QUALIDADE DE VIDA E ESTRABISMO

setembro 19, 2017

A maioria dos pacientes não submetidos a cirurgia de correção do estrabismo relatam que se sentem inferiorizados por grande parte do tempo. Um estudo brasileiro mostrou que 99% dos pacientes relatam que, em algum momento da vida, o estrabismo prejudicou o seu relacionamento com as pessoas. Existem estudos que mostram que adultos com Estrabismo podem deixar de ser escolhidos em entrevistas de emprego e crianças estrábicas que deixam de ser convidadas por outras crianças para eventos sociais.
Quanto às limitações físicas, são poucos os que relatam problemas para ler ou escrever. Mas muitos dizem sentir dor ou ardor nos olhos.

A cirurgia resulta em melhora significativa na qualidade de vida no aspecto psicossocial e estético. A auto estima melhora e com isso muitos aspectos da vida também! A importância do tratamento, independente da idade e interfere significativamente no bem-estar do paciente.
Se você tem Estrabismo, já pensou em fazer uma avaliação ?

Deixe um comentário
IMAGENS EM OFTALMOLOGIA PEDIÁTRICADIABETES E A VISÃO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *