TRATAMENTO FARMACOLÓGICO DO ESTRABISMO.

setembro 05, 2017

O Estrabismo é uma doença que pode acometer adultos e crianças. Alguns casos selecionados podem se beneficiar do uso de medicações injetadas no músculo responsável pelo movimento do olho para corrigir o desalinhamento.
A medicação mais conhecida é a Toxina Botulínica, que já falamos aqui em outro post. Pode ser usada em adultos e crianças e as principais indicações são paralisia de sexto nervo craniano, esotropia congênita e desvios pequenos residuais. Esta medicação enfraquece o músculo injetado e ajuda o realinhamento do olho através de mudança no equilíbrio das forças musculares.
A Bupivacaína é uma medicação usada há muitos anos em Oftalmologia, para anestesia do olho e foi acidentalmente descoberta como medicação que faz o músculo do olho ficar mais forte. Tem sido usada em estudos clínicos experimentais, associada à Toxina Botulínica, em casos de Estrabismo de pequeno ângulo e também em pacientes que já foram operados muitas vezes e não querem se submeter à nova cirurgia. É tema de estudo do Doutorado da Dra. Luisa, que dará aula no Congresso Brasileiro sobre o assunto.

Deixe um comentário
USO DE ELETRÔNICOS POR CRIANÇAS E OS EFEITOS DA LUZ AZUL.IMAGENS EM OFTALMOLOGIA PEDIÁTRICA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *